EPVT É ESCOLA INTERNACIONAL

A Escola Profissional do Vale do Tejo (EPVT) tem vindo a afirmar-se no panorama europeu, há já vários anos, com a participação em variados programas internacionais. A participação em projetos europeus tem mais de uma década e formaliza-se, neste momento, com dois projetos, que estão a decorrer.

Há já dois anos que a EPVT está a participar no programa Erasmus +, simultaneamente em dois projetos, um na Ação-Chave 1 (KA1), que permite a mobilidade para fins de aprendizagem de estudantes e staff; e outro na Ação-Chave 2 (KA2), que compreende parcerias estratégicas para aprendizagem, troca de ideias e saberes.

No que à Ação -Chave 1 diz respeito, a EPVT tem tido, ao longo deste biénio, alunos a estagiar em países tão diversos como Dinamarca, Itália e Espanha. Este projeto já permitiu a mobilidade de 24 alunos, que tiveram oportunidade de realizar a sua Formação em Contexto de Trabalho, durante cerca de dois meses e meio, num país estrangeiro. Neste momento, a EPVT tem 12 alunos em Lanzarote – Canárias (Espanha), Odense (Dinamarca) e Borgaro Torinese – Turim (Itália) a realizar os seus estágios, no âmbito deste programa. Esta ação-chave permite também a mobilidade de staff para formação. Ainda no âmbito deste projeto, o professor de matemática e o formador de sala estiveram a realizar job shadowing, em Odence, na semana de 05 a 11 de fevereiro de 2018. Está também prevista a mobilidade de mais dois colaboradores docentes, ainda este ano, também para Odense.

No âmbito da Ação-Chave 2, a EPVT é parceira num projeto intitulado “Learning to Undertake”, iniciativa desenvolvida com mais 4 escolas: espanhola, romena, francesa e sueca. Esta ação suporta parcerias estratégicas de apoio ao intercâmbio de boas práticas, cujo objetivo principal é permitir que as organizações desenvolvam e reforcem as suas redes, a sua capacidade de operar a nível transnacional, a partilha e o confronto de ideias, práticas e métodos. No caso específico deste projeto, os alunos criaram uma empresa turística virtual. Começaram pelo estudo de mercado e toda a pesquisa necessária para iniciar um negócio. A empresa foi-se desenvolvendo ao longo dos vários encontros do projeto, nos diferentes países. Em finais de janeiro de 2018, a EPVT recebeu os parceiros e, em conjunto, os alunos desenvolveram produtos para divulgação e marketing da empresa.

Os projetos internacionais e a afirmação da EPVT como escola internacional refletem os objetivos do seu projeto educativo, visando proporcionar a todos os alunos a melhor oferta formativa, modelos pedagógicos, culturas de trabalho e oportunidades de crescimento individual, pessoal e social iguais. A EPVT crê que o facto de enviar e também receber alunos estrangeiros, contribui não só para a formação dos seus alunos, docentes e colaboradores, mas também para o desenvolvimento do tecido empresarial e da própria região, dadas as mais-valias que estas experiências trazem a cada jovem.

Assim, a EPVT continuará a apostar nestes projetos como estratégia que contribui para a formação dos seus alunos enquanto técnicos, pessoas e cidadãos europeus, bem como para o seu desenvolvimento organizacional e da comunidade em que se insere.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *