João Raquel, maestro natural de Benavente. Na passada semana participou no Whorkshop Concurso “Sons da Primavera” que teve lugar em Moguilev, na Bielorrússia. Foi uma semana de intenso trabalho, juntamente com vários maestros da América Latina, sob a orientação do Maestro Gerardo Estrada (Venezuela). Ao longo de toda a semana dirigiu vários ensaios da Orquestra Sinfónica de Moguilev e fez trabalho específico de técnicas de direção, dirigindo duas pianistas Bielorrussas. A obra que lhe coube em sorte foi a segunda suite de L’Arlesienne, do compositor francês George Bizet, a qual é constituída por 4 andamentos: Pastorale, Intermezzo, Menuet e Farandole. No dia 31 foi o concerto final, no auditório da casa da Cultura de Moguilev com um publico bastante caloroso que aplaudiu efusivamente todos os maestros. No final acabou por ganhar a Medalha de Prata, prémio que o deixou bastante orgulhoso e que foi o culminar de muitas semanas de trabalho a preparar e estudar as partituras a trabalhar. Referir ainda que participou neste concurso em representação de Portugal,  o que lhe fez ter uma responsabilidade acrescida. Foi uma honra para ele poder levar o nome de Portugal  e de sua terra,  Benavente, a um país tão distante e ainda por cima conseguir ver reconhecido o seu trabalho. Atualmente dirije a Banda de Óbidos e a Banda de Santo Estêvão (Benavente).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *