Este sábado, dia 13 de abril, às 21h30, a Catedral de Santarém recebe o espetáculo “Os Quadros Vivos de Caravaggio”, da Companhia italiana Ludovica Rambelli, numa proposta do Projeto Municipal Santarém Cultura. Entrada gratuita limitada à lotação do espaço. Não é permitida a entrada após o início do espetáculo.

 

Algumas das obras representadas no espetáculo são La Deposizione (1602-1603) Museu do Vaticano, Cidade do Vaticano; Estasi di maddalena o Maddalena Klein (1606) Coleção privada, Morte della Vergine (1604) Museu do Louvre, Paris, Madonna dei Pellegrini (1604-1606) Sant’Agostino, Roma, Santa Caterina d’Alessandria (1597) Museu Thyssen-Bornemisza, Madrid, La Maddalena (1594-1595) Galeria Doria Panphilj, Roma, Bacco (1596-1597) Galeria Degli Uffizi, Florença, entre outras.

Um espetáculo construído com a técnica dos quadros vivos, La Conversione di un Cavallo é um trabalho de extrema simplicidade, mas com um grande impacto visual. Sob os olhos dos espectadores são compostas 23 telas de Caravaggio com os corpos dos atores, usando objetos do quotidiano e tecidos drapeados. Um único ponto de luz ilumina a cena criando uma moldura imaginária. A precisão iconográfica, a expressiva força dos corpos e expressões faciais, trazem amplamente a poesia da realidade que constituem e diferenciam o trabalho de Michelangelo Caravaggio. As mudanças de quadros são feitas todas à vista, marcadas ritmicamente pela música de Mozart, Bach, Vivaldi e Sibelius.

 

Este trabalho nasceu em 2006, graças a um projeto educacional da Faculdade de Arquitetura Luigi Vanvitelli desenvolvido por Ludovica Rambelli. Após a primeira apresentação a sua força cénica foi clara e forte, marcando logo presença no Festival Maggio dei Monumenti do Museo di Capodimonte, em Nápoles, nas edições de 2008, 2009, 2010, 2011, e por toda a Itália em museus, galerias, praças, igrejas, preservando sempre a sua sugestão, a sua magia, perante um público muito mais atento e cúmplice, de um trabalho artesanal simples mas rigoroso.

Hoje a Cia Ludovica Rambelli é residente permanente do Museu Diocesano, na Igreja Donnaregina Nuova, em Nápoles.

 

Ficha Técnica:

Direção: Ludovica Rambelli | Assistente de direção: Dora De Maio | Atores: Andrea Fersula, Serena Ferone, Ivano Ilardi, Laura Lisanti, Chiara Kija, Antonella Mauro, Paolo Salvatore, Claudio Pisani | Música: Lux Aeterna, Requiem, Mozart; Erbarme dich mein Gott, Passione secondo Matteo, Bach; Corale, Passione secondo Matteo, Bach; Il Favorito, Vivaldi; Es ist vollbracht, Passione secondo Giovanni, Bach; Valse triste, Sibelius

(Teatro) (Duração) 40’ (Classificação) M/06

Horário: 21h30

Local: Catedral de Santarém

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *