In. Santarém 2019 | PROGRAMAÇÃO | 12 a 13 de julho

O programa do In. Santarém 2019 – Festival de Artes e Cultura para esta semana tem propostas como o espetáculo de rua ‘Nariz Preto’. Concebido pelo humorista Pedro Tochas, será apresentado na sexta-feira, dia 12 de julho, a partir das 22h, na Praça Sá da Bandeira.

Na noite de sexta-feira, 12 de julho, pelas 23h, será ainda exibido o documentário que acompanha o percurso da cantora norte-americana, Patty Smith, ‘Dream of Life’, realizado por Steven Sebring. O filme passa no pátio do Seminário de Santarém, com entrada pela Praça Sá da Bandeira.

Sábado, dia 13 de julho, as atividades começam logo pela manhã, a partir das 10h30. Até às 12h vai decorrer o Percurso/Tradição, com o apoio do INATEL, responsável por trazer até ao centro histórico o Rancho Folclórico Casa do Povo de Glória do Ribatejo que vai desfilar, cantar e dançar pelas ruas do casco velho da cidade.

No Jardim Portas do Sol, tal com tem acontecido todos os sábados, entre as 10h30 e as 12h, há lugar para a ‘Animação Desportiva’ com atividades para famílias, com o apoio dos monitores da DECATHLON. No mesmo local, depois das 11h, decorre a ‘Yoga para todos’, com orientação dos instrutores da AMA, Associação Movimento Aberto.

No centro histórico, a Livraria Aqui Há Gato propõe diversas atividades para crianças fora de portas, no Largo Ramiro Nobre, mesmo em frente à Igreja de S. Nicolau e defronte da sua loja. Entre as 10h30 e as 11h tem lugar a ‘Arte para bebés’, uma atividade paga. A partir das 11h30, até às 12h é tempo para o teatro com ‘Aqui há histórias’, de acesso gratuito. Finalmente, entre as 12 e as 13 horas tem lugar a ‘Oficina de Arte’, sendo também paga.

A partir das 22h, na Praça de Sá da Bandeira, há circo contemporâneo com o espetáculo ‘Express’, trazido pelos Cía. Faltan 7. O grupo espera “deixar o público louco” com o seu humor “combinado com diferentes disciplinas de circo, acrobacias, mastro chinês, escaladas, verticais, palhaços e equilíbrios”.

Em permanência, pode ser visitada a exposição de fotografia ‘Portas e janelas da minha cidade’, patente ao longo da rua Serpa Pinto e na Praça Visconde Serra do Pilar, onde se encontram afixadas em varandas dos edifícios 50 imagens de Paulo Semblante Mendes e Nelson Monteiro Magalhães.

Até 24 de dezembro, continuam os festejos com a exposição ‘Urbanidade – 150 anos de Elevação de Santarém a Cidade (1868-2018)’. A mostra pode ser vista em diferentes pontos do planalto, onde várias telas apresentam a evolução da terra através de imagens acompanhadas por pequenos textos explicativos. A exposição divide-se em duas partes, a segunda encontra-se na Casa do Brasil – Casa Pedro Álvares Cabral, onde a cerca de 300 fotos se juntam objetos e filmes que mostram as principais conquistas da jovem cidade, desde a cultura e do desporto, educação e saúde, ao abastecimento e saneamento público, dos transportes e comunicações, até ao urbanismo, dos espaços verdes ou aos quarteis militares.

Exceto onde indicado, todos os espetáculos são de acesso gratuito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *