Câmara Municipal de Salvaterra de Magos viabiliza instalação de centrais fotovoltaicas no concelho que vão permitir a redução de milhares de toneladas de emissões de CO2

 

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos viabilizou o projeto de instalação de uma central fotovoltaica, a localizar em Marinhais, que soma a uma outra que está a ser construída na freguesia do Granho.

Cada uma delas tem uma potência a instalar de 25Mw, o que permitirá uma produção de energia de 53 GWh por ano, passando o concelho de Salvaterra de Magos a ser “exportador” de energia, uma vez que cada instalação produz o equivalente a 75% do consumo verificado no concelho.

A central fotovoltaica de Marinhais, ora licenciada, deverá estar concluída no decurso do corrente ano e assegurará ainda a possibilidade de as escolas e a comunidade local poderem realizar visitas de estudo à unidade, durante as quais serão distribuídos folhetos informativos e de sensibilização ambiental.

O Presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Hélder Manuel Esménio, congratula-se com os projetos, “uma vez que estes encaixam na estratégica municipal de combate às alterações climáticas e incremento da eficiência energética – e da qual faz parte, entre outras medidas, a adopção de tecnologia led para a iluminação e edifícios públicos municipais – sendo que estas centrais vão contribuir, quando entrarem em funcionamento, para a redução de 40 mil toneladas de emissões de CO2 por ano”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *