Comunicado do nosso Grão-Mestre
Em tempos de pandemia que nos mantem afastados, tenho o penoso dever de vos dirigir, por esta forma, umas palavras sobre o falecimento do nosso Vice Grão-Mestre, Dr. António Vale e Azevedo. Em termos pessoais, conheci-o há mais de 35 anos em reuniões no Ministério da Agricultura, integrando ele a Direcção do Instituto de Qualidade Alimentar, e desde logo vi nele uma pessoa que procurava, com competência e de forma discreta, atingir consensos, pelo que guardarei desta sua faceta profissional tão agradáveis memórias.
Na nossa Confraria, na qual tinha o cargo de Vice Grão-Mestre, tenho agora a obrigação de dar o testemunho da forma igualmente subtil e dedicada como exercia tais funções. Nunca pretendeu, em qualquer ocasião, chamar sobre si a atenção ou receber eventuais louros do trabalho desenvolvido na nossa Confraria, acreditando sempre desempenhar esta um papel fundamental na agregação da região, estando ele sempre presente e a acompanhar activamente as nossas actividades. Em diversas ocasiões, fruto da forma fácil e inteligente como com todos se relacionava, proporcionou  o estabelecimento de pontes fundamentais para se poder avançar em diversos processos, nunca evidenciando tal desempenho pela nobreza natural e intrínseca com que exercia tais missões, ajudando sempre à dinâmica da Confraria, que ao Dr. António Vale e Azevedo muito deve. 
Perdeu a nossa Confraria o seu Vice Grão-Mestre e um seu verdadeiro apoiante, não se sabendo quando teremos ocasião para o lembrar em conjunto condignamente, ficando tal acto reservado para um próximo Capítulo Geral quando as circunstâncias o permitirem.  
Esperando que possamos o mais breve possível voltar a encontrar-nos presencialmente, e que esta triste notícia os encontre a todos de boa saúde.
 
O vosso Grão-Mestre 
Pedro Castro Rego   

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *