“1º Reitor do Santuário do Santíssimo Milagre / Manuel Francisco Borges / Na História de Santarém” é o nome do livro da autoria do historiador Martinho Vicente Rodrigues, lançado no dia 2 de julho, no Santuário do Santíssimo Milagre.

No lançamento da obra, que contou com um momento musical com Manuel Brito, no contrabaixo, estiveram presentes de Fernando Gonçalves Ribeiro Trindade, Juiz da Real Irmandade do Santíssimo Milagre de Santarém, Ludgero António de Jesus Mendes, Carlos Marçal, presidente da União de Freguesias da Cidade de Santarém, Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Santarém, António Pinto Correia, presidente da Assembleia Municipal de Santarém, entre outras entidades.

A apresentação desta obra esteve a cargo do historiador e autor da mesma, Martinho Vicente Rodrigues. “1º Reitor do Santuário do Santíssimo Milagre / Manuel Francisco Borges / Na História de Santarém” conta a história da “Obra-prima” de um Padre, que não pode ser, esquecida. Quadros do percurso de Homem de espírito ao longo de sessenta anos; impulsionador de grandes obras, unidades de solidariedade, valor acrescentado à comunidade religiosa.

Devem referir-se as palavras do autor: “Com efeito, quantas figuras verdadeiramente excecionais, dedicadas a erguer esta Santarém, ficaram pelo silêncio dos tempos e quantos, sem nada fazer, tiveram a honra de ficar na história. Mais recordamos aqueles, que num halo, se mistura admiração, mistério e referência. Para tal, contribuíram as circunstâncias das quais recortamos a sua personalidade, a impor a diferença do seu grupo cultural e ainda, a distinguir-se com o seu carácter próprio, graças às experiências vividas. O simples seminarista novato Manuel Francisco Borges fica perante a riqueza dos saberes no Seminário de Santarém, em 1943, à luz de um intenso fervor religioso para a vida. Assim o seu amor a Santarém completa-se, ao longo de 40 anos, como Prior de Marvila e Reitor do Santuário do Santíssimo Milagre. O presente livro demonstra, em simultâneo, que também as interpretações sobre a obra do 1º Reitor do Santuário do Santíssimo Milagre, Pe. Manuel Francisco Borges, não são obrigatoriamente únicas. Estamos perante uma vida sacerdotal emocionante de um Homem incansável, audacioso, destemido, generoso e até implacável”.

Durante a cerimónia de inauguração da rua Padre Manuel Francisco Borges – 1º Reitor do Santuário do Santíssimo Milagre, situada na Urbanização das Fontainhas, o presidente da União de Freguesias da Cidade de Santarém, Carlos Marçal referiu que o Pe. Borges foi sempre uma “referência pela excelência e relevância do trabalho que desenvolveu, quer na área Sacerdotal, quer docente, quer ainda em cargos sociais e culturais que assumiu em prol da comunidade. Ficará para sempre lembrado, não só pela sua obra, mas também pela pessoa que é, um homem nobre na maneira de ser, honesto, rigoroso, leal, humanista, solidário e simples”.

Ricardo Gonçalves referiu que Pe. Borges criou raízes muito profundas no coração da cidade de Santarém, dos 60 anos de sacerdócio 40 foram no Concelho e cidade de Santarém. “Como diz muitas vezes, com tão pouco fez tanto, não sabe como mas nós sabemos como fez, com humildade, envolvendo todos, sendo um bom pastor conseguiu que muito do seu rebanho o acompanhasse, lhe desse a força que por vezes poderia necessitar”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *