Apresentação-Festival-Gastr

Festival Nacional de Gastronomia
“Descubra Santarém enquanto prova Portugal”

“Descubra Santarém enquanto prova Portugal”. Esta é a grande premissa da 34ª edição do Festival Nacional de Gastronomia que vai decorrer de 17 de outubro a 2 de novembro de 2014, na Casa do Campino, em Santarém. Um certame que vai manter viva a tradição, mas aliado à modernidade e à inovação. Segundo o presidente da Entidade de Turismo do Alentejo, Ceia da Silva, na conferência de imprensa de apresentação do programa do certame, que teve lugar dia 30 de outubro, na Casa do Campino, “o 34º Festival de Gastronomia não pode ser igual à primeira edição. É importante manter a vertente da tradição no entanto procurámos nesta edição evoluir, dando-lhe uma imagem renovada, tendo como pano de fundo o turismo”.
O preço dos bilhetes é de dois euros com direito a entrada no Museu Diocesano de Santarém, integrado na Rota das Catedrais. O horário do certame funcionará de segunda a quinta-feira, das 12 às 16 horas e das 19 horas à meia-noite, à sexta-feira, das 12 às 16 horas e das 19 horas à uma da manhã, aos sábados das 12 horas à uma da manhã e aos domingos, das 12 horas à meia-noite. Nos dias 20 e 27 de outubro (segundas-feiras), as entradas são livres durante a hora de almoço. 30 de outubro foi o dia escolhido para Santarém, com representações de culinária de produtos scalabitanos, prova de vinhos scalabitanos, exposição de produtos regionais e representação culinária do receituário santareno.
Ceia da Silva frisou que “temos de ser os melhores e nesse sentido estamos a dar os primeiros passos. Santarém possui enormes potencialidades. Recebe milhares de visitantes não só durante o Festival Nacional de Gastronomia mas também durante a Feira Nacional de Agricultura, bem como na época balnear do Complexo Aquático Municipal. Muitos destes visitantes não percorrem a cidade, desconhecem um conjunto de monumentos situados em Santarém e nas freguesias do concelho, como é o caso das Grutas do Algar do Pena e do Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurio, entre muitos outros”, acrescentando “há que mudar tudo isto. Projetar a cidade e o concelho é crucial. E é necessário que o Festival Nacional de Gastronomia promova Santarém. Que leve as pessoas a visitar o certame e ao mesmo tempo visitar uma série de monumentos”.
Luis Farinha, do conselho de administração da empresa Viver Santarém, destacou que o Município Scalabitano está a promover uma série de reuniões com a Misericórdia de Santarém e com a Diocese para que “os monumentos estejam abertos e que haja um horário comum, se possível já durante o certame”.
Em termos de novidades da 34ª edição do Festival Nacional de Gastronomia, os almoços temáticos foram substituídos pelo 1º Salão Nacional do Vinho organizado pela empresa Publiplanície com um conjunto de conferências no Salão Nobre da Casa do Campino. A primeira terá lugar no dia 17 de outubro, às 17h00m, com “Abril à Mesa, a segunda no dia 24, às mesma hora, com conversas (Im) prováveis e no dia 1 de novembro (17h00m) sobre o tema “Artes na Arte”. “O objetivo destas conferências é debater de forma informal temas ligados à gastronomia. Há um moderador e um conjunto de figuras de diversas áreas que darão o seu testemunho. Por exemplo, no ano em que se comemoram 40 anos sobre a Revolução dos Cravos, vamos saber o que se comia na altura”, disse Luis Farinha, do conselho de administração da empresa Viver Santarém.
A estrutura envolvente da Casa do Campino sofrerá também alterações inovadoras. Há um pequeno espaço associado ao “Gin”, assim como uma exposição de produtos agroalimentares como enchidos, queijos e ervas aromáticas, entre outros. Não faltará o artesanato e as gastronomias mediterrânicas com confeções a cargo de um rol de chefs.
Nas cavalariças vai manter-se a restauração com 12 tasquinhas (Região Norte e Porto: Restaurante Académico – Bragança,; Restaurante O Costa – Vila Real, Restaurante Tentações da Montanha – Boticas; Região Centro: Restaurante Estelas – Peniche, Restaurante O Flor – Gouveia, Restaurante Temudu´s – Coimbra; Região do Alentejo: A Gruta – Portalegre, O Lampião – Évora; Região do Algarve: Tasca Rasca – Faro; Açores e Madeira: José do Rego, Do Dia Pra Noite; Ribatejo: Restaurante Ó Balcão – Santarém).
Luis Farinha salientou que “os restaurantes foram selecionados pelas entidades de turismo de cada região. Entidades que vão organizar dias temáticos”. Ressaltou que “o fato do 34º Festival Nacional de Gastronomia ter a duração de três semanas deveu-se a um pedido dos proprietários dos restaurantes. Aceitámos o desafio que servirá para avaliar qual a duração ideal para um evento desta natureza”.
Este ano na restauração manter-se-á o formato de anos anteriores, mas para o presidente da Entidade de Turismo do Alentejo “há que restruturá-lo em 2015. Doze tasquinhas é pouco. Para o ano haverá menos restaurantes e mais tasquinhas, ou seja, mais petiscos e menos comida”.
Luis Farinha destacou ainda que a animação também terá um formato diferente. “Não teremos espetáculos. No recinto, nos claustros e nas cavalariças vamos receber pequenos apontamentos musicais e representações. Queremos que haja mais interação com os visitantes”, adiantando que “neste festival introduzimos algumas mudanças. O festival tem vindo a cair de ano para ano devido a uma série de fatores. Gostaríamos, nesta 34ª edição, de ir mais longe, mas, devido à restruturação da empresa Viver Santarém não nos foi possível. Para nós, esta será a edição zero”.
Quanto ao investimento previsto para a realização do evento, Luis Farinha fez questão de referir que o objetivo é “reduzir despesas e potenciar receitas”.

PROGRAMA PROVISÓRIO DE ANIMAÇÃO

17 de outubro
11h00m – Receção de Expositores /Salão Nobre da Casa do Campino
17h00m – Conferência/ “Abril à mesa”
18h30m – Ato de Inauguração Oficial
18h30m – Abertura do Festival e 1º Salão Nacional do Vinho
19h00m / 22h00m – Gastronomias Mediterrânicas
Atos Musicais
01h00m – Encerramento

18 de outubro
12h00m -22h00m – Gastronomias Mediterrânicas
12h00m -20h00m – 1º Salão Nacional do Vinho
Atos Musicais
01h00m – Encerramento

19 de outubro
12h00m / 22h00m – Gastronomias Mediterrânicas
12h00m / 20h00m – 1º Salão Nacional do Vinho
14h00m / 20h00m – Portugal em Festa/ SIC
Atos Musicais
00h00m – Encerramento

20 de outubro
Dia do Alentejo e do Ribatejo
12h00m / 16h00m – 19h00m / 22h00m – Apresentação de produtos regionais
Representação culinária de produtos alentejanos e ribatejanos
Apresentação e prova de vinhos da Região Alentejo e da Região Tejo
Representação culinária do receituário alentejano e ribatejano.
Restaurantes da região: A Gruta/ O Lampião/ Ó Balcão
Atos musicais
00h00m – Encerramento

21 de outubro
Dia de Lisboa
12h00m / 22h00m – 19h00m / 22h00m – Exposição/venda de produtos tradicionais da P. Setúbal
12h30m – Demonstração culinária de um prato do receituário tradicional da Península de Setúbal pela Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal
14h00m – Degustação do prato em demonstração em conjunto com produtos tradicionais da Península de Setúbal
19h30m – Demonstração culinária de um prato do receituário tradicional da Grande Lisboa pela Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa
Atos musicais
00h00m – Encerramento

22 de outubro
Dia do Algarve
12h00m / 16h00m – 19h00m / 22h00m – Apresentação de produtos e prova de vinhos da Região
Representação culinária do receituário algarvio
Restaurante da Região: Tasca Rasca
Atos musicais
00h00m – Encerramento

23 de outubro
Dia do Porto e Norte
12h00m / 16h00m – 19h00m / 22h00m – Apresentação e prova de vinhos da Região
Exposição de Produtos Regionais
Representação culinária do receituário transmontano
Restaurantes da região: Académico, O Costa e Tentações da Montanha
Atos musicais
00h00m – Encerramento

24 de outubro
12h00m / 16h00m – 19h00m / 22h00m – Gastronomias Mediterrânicas
17h00m – Conferência / Conversas (Im)provadas
00h00m – Encerramento

25 de outubro
12h00m / 22h00m – Gastronomias Mediterrânicas
12h00m – 20h00m – 1º Salão Nacional do Vinho
Atos Musicais
00h00m – Encerramento

26 de outubro
12h00m / 00h00m – Gastronomias Mediterrânicas
12h00m – 20h00m – 1º Salão Nacional do Vinho
Atos Musicais
00h00m – Encerramento

27 de outubro
Dia da Região Autónoma dos Açores
12h00m / 16h00m – 19h00m / 22h00m – Apresentação e prova de vinhos da Região
Exposição de produtos regionais
Representação culinária do receituário açoriano.
Restaurante da Região: José do Rego
Atos musicais
00h00 Encerramento

28 de outubro
Dia do Centro de Portugal
12h00m / 16h00m – 19h00m / 22h00m – Representação culinária de produtos do Centro
Apresentação e prova de vinhos da Região
Apresentação de produtos regionais
Representação culinária do receituário do Centro de Portugal.
Restaurantes da região: Estelas, O Flor e Temudu´s
Atos musicais
00h00 – Encerramento

29 de outubro
Dia da Região Autónoma da Madeira
12h00m / 16h00m – 19h00m / 22h00m – Representação culinária de produtos madeirenses
Apresentação e prova de vinhos da Região
Apresentação de produtos regionais
Representação culinária do receituário madeirense.
Restaurantes: Do Dia Pra Noite
Atos musicais
00h00m – Encerramento

30 de outubro
Dia de Santarém
12h00m / 16h00m – 19h00m / 22h00m – Representação culinária de produtos santarenos
Apresentação e prova de vinhos Santarenos. Exposição de Produtos Regionais
Representação culinária do receituário santareno
Atos Musicais
00h00m – Encerramento

31 de outubro
12h00m / 16h00m – 19h00m / 22h00m – Gastronomias Mediterrânicas
Atos Musicais
01h00m – Encerramento

1 de novembro
12h00m / 22h00m – Gastronomias Mediterrânicas
12h00m / 20h00m – 1º Salão Nacional do Vinho
17h00m – Conferência/ “Artes na Arte”
Atos Musicais
01h00m – Encerramento

2 de novembro
12h00m – 22h00m – Gastronomias Mediterrânicas
12h00m – 20h00m – 1º Salão Nacional do Vinho
16h00m – Encerramento

Novas rotas turísticas para Santarém

Durante a conferência de imprensa de apresentação da 34ª edição do Festival Nacional de Gastronomia, o presidente da Entidade de Turismo do Alentejo, Ceia da Silva avançou que estão a ser criadas novas rotas turísticas para Santarém, que vão desde o turismo náutico (tejo) ao turismo equestre, passando pelo turismo/natureza. “Tudo para que Santarém e o concelho seja uma região de excelência do ponto de vista das dinâmicas turísticas”.
Serão igualmente lançados roteiros ligados ao cicloturismo, BTT e passeios pedestres, entre outros.
Ceia da Silva referiu que estão quase finalizados os roteiros de gastronomia não só em book digital mas também em livro. Os mesmos vão estar disponíveis para venda.
“É também nosso objetivo conceber rotas ligadas ao património pois o património tem um peso determinante ao nível religioso”, acrescentando o presidente da Entidade de Turismo do Alentejo que “fomos a única região do país a apresentarmo-nos ao Plano Estratégico do Quadro Comunitário de Apoio para 2020”.
Outra das alavancagens fundamentais é a criação para 2015 da certificação de destino para esta zona. “Para a semana vamos a Barcelona, única cidade do mundo com certificado com destino urbano. Serão três dias de trabalho intenso mas certamente profícuos”.
“Escolha ser Feliz”, é outra das campanhas a lançar ainda este ano para captar turistas. Uma companha que convida o turista a passar alguns dias no Ribatejo e a conhecer as suas potencialidades turísticas.
Em 2015, a Entidade de Turismo do Alentejo vai também começar com a certificação dos restaurantes do Ribatejo e elaborar a carta gastronómica do Ribatejo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *