A Golegã esteve em foco na “Lezíria Imaterial” da Programação em Rede, promovida pela CIMLT – Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (em colaboração com os onze municípios que a integram), na passada semana. O Museu Rural da Vila recebeu a residência artística sobre dança contemporânea, que entre 6 e 10 de outubro formou um conjunto de talentosos jovens avós nesta arte, o que lhes permitiu integrar o espetáculo apresentado na tarde do último dia.

O brilho que ostentavam no seu olhar, o prazer de estar e participar, a alegria e conseguir, de fazer, foram ingredientes absolutamente fabulosos deste projeto, bem refletidos no entusiasmo do público que os aplaudiu longamente e com grande entusiasmo.

Dançar com… Vindimas, é uma produção de dança contemporânea da Academia de Dança do Círculo Cultural Scalabitano, com coreografia de Encarnação Noronha e produção de Vítor Murta.

Nos próximos dias, a linha de programação “Lezíria Imaterial” prossegue com a residência artística Dançar com… Vindimas, em Rio Maior, de 12 a 16 (de outubro), com apresentação final, no Cineteatro daquela cidade, no dia 16, às 21H30.

No dia 15, sexta feira, também às 21H30, no jardim do Museu Municipal de Azambuja, será apresentado o resultado da residência artística em cinema documental, orientada pelos Waves of Youth, sob tema “Artes e Ofícios” que envolveu catorze jovens do concelho.

“A Lezíria a Gostar Dela Própria”, projeto de Tiago Pereira, tem este fim de semana dupla apresentação. Sempre às 21H30, dia 15 em Azambuja, junto à Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção, e dia 16, no cineteatro da Chamusca. Este projeto que inclui dupla improvisação, na mistura das imagens com que o Tiago provoca, evoca e cria novas interpretações reescrevendo o local e na música ao vivo, para o que contribui a intervenção do músico Sílvio Rosado, vai ao mais profundo das identidades locais, sublinhado nas memórias e nas pequenas histórias, nas vivências e na espontaneidade com que são contadas, aquilo que é ser ribatejano.

“Lezíria Imaterial” é uma linha de programação do Plano de Ação Programação em Rede (PA PeR), que resulta de uma candidatura apresentada e coordenada pela CIMLT, com financiamento Alentejo 2020, Portugal 2020 e União Europeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *