A cerimónia evocativa “Cravos para Salgueiro Maia” para celebrar o 47º aniversário da Revolução do 25 de Abril, teve lugar este domingo, dia 25, pelas 11h30, no Jardim dos Cravos, junto à estátua do Capitão Fernando José Salgueiro Maia, numa manhã marcada por chuva intensa e trovoada.

Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal de Santarém (CMS), Joaquim Neto, Presidente da Assembleia Municipal, Natércia Maia, viúva do Capitão de Abril, Daniela Maia, neta de Salgueiro Maia, o Coronel Santos Silva, da Associação Salgueiro Maia, João Madeira Lopes, Presidente da Comissão das Comemorações Populares do 25 de Abril, o Coronel Garcia Correia, da Associação 25 de Abril, marcaram presença nesta celebração que contou ainda com a participação da população em geral.

Ricardo Gonçalves lembrou que em 2020, “devido à Pandemia, não nos foi possível estar no dia 25 de abril, junto à estátua do Capitão Salgueiro Maia. Foi um ano muito difícil, porque, de repente, ficámos privados de Liberdade. Não por ação política, mas por ter surgido no Mundo um terrível vírus que nos afetou a todos”. O Presidente da CMS aproveitou para homenagear todos os que estiveram na linha da frente no combate à Pandemia, que permitiram que o País e o Concelho não parassem, num ano tão difícil.

Ricardo Gonçalves lembrou que devido à Pandemia a cerimónia, este ano, não pode contar com todos os que desejavam associar-se às comemorações. “No ano em que se comemoram os 47 anos do 25 de Abril, Santarém volta a unir-se para celebrar, de forma fraterna a “libertação de Portugal das malhas da Ditadura”.

Ricardo Gonçalves sublinhou que para perpetuar os valores basilares da Democracia e da Liberdade através da educação para a cidadania, é preciso concretizar o sonho da criação do Museu de Abril e dos Valores Universais (MAVU). “Um projeto que quer afirmar Santarém como cidade fundamental para a compreensão do 25 de Abril e da Democracia em Portugal e no Mundo”. Já foram dados passos para que essa obra seja em breve uma realidade. “Vamos em maio, com ajuda da Comissão para a instalação do MAVU, em articulação com a Ordem dos Arquitetos e a DGPC lançar o concurso para o projeto de execução. O MAVU vem para projetar Santarém e os Valores de Abril e da Liberdade para o Mundo”.

O Presidente da CMS afirmou que em 2024, ano que se comemoram os 50 anos da Revolução dos Cravos, “Santarém quer ser a cidade sede nacional das Comemorações do 25 de Abril. Já solicitámos o alto patrocínio da Presidência da República, para garantirmos esse objetivo”.

A cerimónia terminou com tradicional deposição de flores junto à estátua do Capitão Salgueiro Maia e com a entoação da música “Grândola, Vila Morena” do cantor Zeca Afonso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *