Santarém palco das Festas de S. José de 15 a 19 de março

 Santarém volta a celebrar as Festas de S. José, de 15 a 20 de março. O programa foi apresentado hoje, dia 7 de março, por Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara de Santarém, acompanhado pelos vereadores Susana Pita Soares e Luís Farinha, do Conselho de Administração da empresa Viver Santarém, Desporto e Lazer, EM SA, juntamente com Luís Mena Esteves, Coordenador de Equipa Multidisciplinar de actividades e eventos da Viver Santarém, e por Cristina Santos, Diretora Administrativa e Financeira, da empresa Viver Santarém, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Este grande evento do Concelho dá a conhecer ao País o que Santarém tem de melhor, no que respeita às suas tradições e ícones: o folclore, em que o fandango é o rei da festa, volta a encher de luz e de cor as ruas do Centro Histórico, no desfile etnográfico que conta com a participação dos ranchos folclóricos do Concelho, a par do mercado tradicional e das largadas de toiros, que decorrem no Campo Infante da Câmara.

A Procissão e a Missa Solene em Honra de S. José são também pontos altos desta Festa, que reúne no dia 18, no Centro Histórico, as associações e grupos culturais do Concelho, entidades oficiais, padres da Cúria diocesana, padroeiros das paróquias do Concelho e Desfile Etnográfico, acompanhado pela Banda da Sociedade Filarmónica Alcanedense, Romeiros de S. José, campinos, cavaleiros e população.

Esta celebração digna da memória de S. José, com organização a cargo da Viver Santarém e da autarquia Scalabitana, que se realiza, maioritariamente, no Campo Infante da Câmara, combina as vivências do sagrado e do profano, promove o artesanato e a gastronomia, com tasquinhas e restaurantes, e oferece concertos para todas as faixas etárias: no dia 15 (quarta-feira), às 22h00, atua a Banda AS BAND, no dia 16 (quinta-feira), há Noite de Tunas com ISSÓTUNA, TAGES, TUFES, TAESAS e SCALABITUNA. No dia 17 (sexta-feira), atuam os ETÉREA com o Coro do Círculo Cultural Scalabitano,  VIRGUL e Banda d’Ká, no dia 18 (sábado), a Orquestra Típica Scalabitana oferece o Concerto do 71.º Aniversário, que tem como convidada especial a soprano Hélia Castro, seguido do espetáculo com Mickael Carreira. No dia 19 (domingo), atua a Tuna da UTIS – Universidade da Terceira Idade de Santarém, seguida de Tarde de Folclore com o Rancho Folclórico de Viegas, Grupo Folclórico de Danças Regionais de Santa Iria da Ribeira de Santarém e Rancho Folclórico da Romeira. Às 19h00, o Grupo de Sevilhanas Salero e Alma (Hollyspace de Santarém), atuam no Claustro da Casa do Campino.

Ricardo Gonçalves agradeceu aos “patrocinadores das Festas de S. José: à SAGRES, à REPSOL, à DELTA e às Águas de Santarém, que permitem que estas festas, com um orçamento que ronda os 60 mil euros, sejam sustentáveis e estejam pagas, para além do apoio da PSP – Polícia de Segurança Pública.

O Presidente da Câmara de Santarém referiu ainda que “estas Festas vão ser um estrondoso sucesso e vão ser vividas e participadas pela população, com grande fraternidade entre nós”.

O Presidente da Câmara de Santarém realçou o facto da Orquestra Típica Scalabitana- OTS atuar no Claustro da Casa do Campino, no dia 18 de março, e lembrou que a OTS comemora este ano o seu 71º Aniversário, pelo que, convida os Scalabitanos e todos quantos nos visitam a homenageá-la, assistindo ao espetáculo, que tem como convidada especial, a Soprano Hélia Castro.

Ricardo Gonçalves lembrou ainda que o Desporto volta a estar bem representado neste certame, através do BTT e Canoagem – Centro de Formação Desportiva de BTT e Canoagem dos Agrupamentos de Escolas Sá da Bandeira e Alexandre Herculano – Santarém e Ribeira de Santarém, que organizam uma prova, das 10h00 às 13h00, na Ribeira de Santarém. No dia 18, às 10h00, são inaugurados os campos de Padel do Clube de Ténis de Santarém, com um Torneio aberto à população nos dias 18 e 19.

Dia 15 de março, às 18h00, decorre a Homenagem a Celestino Graça, junto ao Monumento erigido em sua homenagem, a que segue a inauguração oficial das Festas, que conta com a participação da Irmandade dos Romeiros de S. José, campinos e acordeonistas, no Campo Infante da Câmara, a par da Formatura de receção/ abertura das Festas com alunos da Escola dos Leões, em frente à Casa do Campino.

Esta edição das Festas reforça a dinâmica taurina. Para além das largadas de toiros, há “Mesa da Tortura” para os mais aficionados, na Manga do Recinto das Festas de S. José, e no dia 19, a partir das 14h30, há Festa Taurina Infantil com demonstrações de toureio a pé, pela Escola de Toureio Joaquim Gonçalves, demonstrações de Forcados, pelo Grupo de Forcados Amadores de Santarém e Picaria Juvenil.

No dia 16, às 16h00, a Obra, em V volumes “A Vila de Santarém (1640-1706) /Instituições e administração Local/Corpus Documental” – Introdução e Leitura de Martinho Vicente Rodrigues, é apresentada no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Dia 17, às 17h30 é inaugurada a Exposição “Santarém em Tela”, no Convento de S. Francisco – Projeto dos Jardins de Infância do Agrupamento de Escolas Dr. Ginestal Machado, que conta com a participação de 44 telas, do Agrupamento Alexandre Herculano, do Agrupamento de Alcanede, do Agrupamento Dr. Ginestal Machado e do Agrupamento de Escolas Sá da Bandeira, bem como do Centro Social Interparoquial – Unidades de S. Domingos, do Milagre e do Valle dos Príncipes.

No dia 18, às 12h00, as Confrarias Gastronómicas e Enófilas reúnem-se em Santarém, para o seu Encontro Nacional e organizam um desfile pelo Centro Histórico da Cidade, com saída da Praça Marquês Sá da Bandeira (Largo do Seminário).

Às 18h30, é inaugurada a nova Sede da Federação Portuguesa de Yoga e da AMA – Associação Movimento Aberto, no Campo Infante da Câmara.

Dia 19 – Dia de S. José e Dia do Pai, são inauguradas 3 ruas. Às 10h00, a Avenida José Manuel Cordeiro, às 10h30 a Avenida Dr. Carlos abreu e às 11h00, a Rua dos Ex Combatentes do Ultramar.

Às 12h00, tem lugar a tradicional homenagem aos funcionários aposentados da Câmara Municipal de Santarém, em 2016, no Salão Nobre dos Paços do Concelho e às 16h00, no mesmo local, decorre a Cerimónia de entrega de Medalhas da Cidade, que, à semelhança das atribuições a outros grupos de folclore do Concelho, que se têm notabilizado pelo seu trabalho em prol da preservação dos valores etnográficos, entrega a Medalha de Mérito, ao Rancho Folclórico de Vila Nova do Coito, fundado em 16 de abril de 1961. O trabalho deste grupo é assinalável como Embaixador das Tradições Populares do Bairro Ribatejano, para além de contribuir para a divulgação digna da freguesia de Almoster e do concelho de Santarém, no nosso País e no Estrangeiro, para além da promoção anual de diversas atividades socioculturais que valorizam a sua relação com a comunidade, nomeadamente, através da realização do Festival de Folclore “Da Aldeia à Cidade”.

O Grupo de Futebol dos Empregados no Comércio – “CAIXEIROS”, vai receber a Medalha de Ouro da Cidade, no ano em que comemora o seu centenário, pelo trabalho desenvolvido ao longo dos anos em prol do associativismo desportivo e do envolvimento social, para além do reconhecimento pelo papel desenvolvido pelo Grupo de Futebol dos Empregados no Comércio na formação dos jovens do Concelho e na forte participação no desenvolvimento desportivo e, fundamentalmente, o papel que tem demonstrado na sua aposta de parceria com todos os envolventes, na construção de um plano estratégico comum e inclusivo, numa sociedade cada vez mais participante e integradora de princípios e valores.

OS “Caixeiros” são um emblema associativo de grande relevo para a Cidade e para o Concelho, A par do Grupo de Futebol, associam-se atividades desportivas de relevo, no Basquetebol, Hóquei em Patins, Ténis de Mesa, Andebol, Danças Desportivas e Campismo.

A par destas iniciativas, as noites das Festas de S. José, recebem animação musical com DJ’s, tais como, Paulino Coelho, no dia 18. Há tasquinhas, artesanato, restaurantes, doçaria e produtos regionais, bares e diversões.

As Festas de S. José, em termos dos espaços dos Expositores Comerciais, Artesanato e restaurantes, na Casa do Campino e Cavalariça 4, funcionam, no dia 15, das 18h00 às 00h00. Nos dias 16, 17, 18, das 12h00 às 00h00 e no dia 19, das 12h00 às 23h00. As tasquinhas, doçaria e produtos regionais, na Cavalariça 1/ Pavilhão entre Cavalariças, no dia 15, funciona das 18h00 às 01h00, nos dias 16, 17 e 18, das 12h00 às 01h00 e no dia 19, das 12h00 às 23h00. Os Bares e diversões, funcionam, no dia 15, das 18h00 às 03h00, no dia 16, das 12h00 às 03h00, nos dias 17 e 18, das 12h00 às 04h00, e no dia 19, das 12h00 às 23h00.

Conferência de Imprensa apresentação Festas de S. José_07-03-2017 (76)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *