Revista É Ribatejo
Notícias

Festival do Cogumelo da Parreira foi um sucesso

 

A V edição do Festival do Cogumelo da Parreira decorreu entre os dias 4 e 6 de março e foi um sucesso, com muitas novidades e motivos de interesse para os muitos visitantes que passaram pelo certame. O evento dedinamização e promoção territorial, com base num produto endógeno da charneca, o cogumelo, é organizado em parceria pelo Município da Chamusca epela União de Freguesias de Parreira e Chouto.

O certame contou com a realização de showcookings com a presença dos chefs de cozinha Gastão Reis, concorrente Masterchef Portugal, Rodrigo Castelo, chef do restaurante “O Balcão”, em Santarém, e Óscar Geadas, rosto da estrela Michelin em Trás-os-Montes, no G Pousada.

Durante os três dias do certame, milhares de pessoas passaram pelo festival e puderem saborear muitos dos pratos confecionados com cogumelos. A animação musical ficou garantida com os concertos de Toy, Nena e Rosinha, e dos DJ’s Pedro Galinha e AfricanGroove. 

O programa incluiu ainda workshop “Cultivo de Cogumelos”, a conferência “Cogumelos na Tradição e na Inovação”, demonstrações e degustações de iguarias com cogumelos e um passeio micológico pela charneca, que contou com Rogério Louro, investigador na Universidade de Évora e autor de vários artigos científicos publicados na área da micologia. Do programa fez parte, também, a realização do concurso “Caixa Mistério em Família 2022”. As quatro famílias vencedoras foram contempladas com um cabaz de frutas e legumes, onde não faltaram os tão famigerados cogumelos.

Na inauguração do festival, Paulo Queimado, Presidente da Câmara Municipal da Chamusca, referiu que “O Festival do Cogumelo da Parreira tem um papel muito importante no nosso território, quer económico, quer gastronómico.

Este ano, infelizmente devido à seca não há a abundância de cogumelos que existe nos outros anos e isso acaba por ser um problema para a economia do nosso território”. Paulo Queimado, salientou ainda a participação do tecido associativo do concelho, dos artesãos e dos comerciantes que quiseram marcar presença no primeiro grande evento realizado no concelho, depois de dois anos de pandemia “nesta retoma da economia, muito mais importante do que a promoção e o querermos regressar à vida normal é a dinâmica que se cria antes e durante o evento com as associações, sendo que a envolvência da comunidade é cada vez mais importante e necessária. Temos de valorizar o que há nosso território e regressar à vida normal em segurança”.

Bruno Oliveira, presidente da União de Freguesias de Parreira e Chouto, destacou o sucesso no envolvimento da população e das associações na realização do certame. “O festival, que marcou o regresso à vida normal depois da pandemia, respeitando todas as medidas de segurança, está a ser cada vez mais marcante para a nossa freguesia e para o concelho da Chamusca e consequentemente para a nossa economia”.

Refira-se que o Festival do Cogumelo da Parreira foi criado há seis anos e nasceu com o objetivo de promover um produto típico do concelho da Chamusca, que tem um peso relevante na economia local da freguesia da Parreira e localidades limítrofes.

Leave A Comment