Rotary junta o mundo em Lisboa

Com milhares de associados por todo o mundo, a convenção desta organização humanitária injetará 80 milhões de euros na economia local

A “mais antiga cidade da Europa Ocidental” irá organizar a convenção anual de Rotary International, sob o tema “Lisboa – Um Porto para a Paz”, entre 23 e 26 de Junho, atraindo mais de 20.000 inscritos de mais de 150 países.

Frequentemente descrita como uma “mini Nações Unidas” devido à sua visão global e diversidade cultural, espera-se que a sempre colorida convenção de Rotary International injete cerca de 80 milhões de euros na economia local. A área em redor do Pavilhão Atlântico e da Feira Internacional de Lisboa será transformada num caleidoscópio de energia, cor e animação à medida que os membros de Rotary participam num evento com uma extensa agenda, composta por sessões plenárias, workshops, entre outras atividades.

Todos os anos Rotary esforça-se para fazer da Convenção um evento com relevância para a cidade anfitriã. O tema “Lisboa – Um Porto para a Paz” concentra-se no significado e na história de Lisboa como um porto de mar. Segundo Luís Miguel Duarte, presidente da Comissão Anfitriã de Rotary, “Em 108 anos de serviços humanitários de Rotary, esta será a primeira vez que Portugal organiza uma Convenção de Rotary International. Esta será a maior convenção alguma vez realizada em Portugal onde membros de Rotary de todo o mundo juntar-se-ão para seguir o espírito universal português de compreensão e boa vontade.”. A convenção anual será o palco de histórias de sucesso, intercâmbio de ideias e procura de caminhos para promover a paz através do serviço de voluntariado.

No passado dia 23, cerca de 500 rotários portugueses estiveram juntos numa conferência que decorreu na Exponor, em Matosinhos (Porto), para fazer os ajustes finais para o que será a 104ª Convenção de Rotary Internacional. Neste encontro nacional realizaram-se várias sessões de trabalho do Rotary e, vários oradores convidados presentes partilharam e trabalharam o tema ‘Paz e Economia’, entre eles Pedro Santos Guerreiro, diretor do Jornal de Negócios, D. Manuel Clemente, Bispo do Porto e Ed Futa, Anterior Secretário-geral de Rotary International.

A prioridade máxima de Rotary passa pela erradicação da Póliomielite (Pólio), uma doença responsável pela paralisia e deformações e que é potencialmente fatal, que ainda ameaça crianças na Nigéria, Afeganistão e Paquistão. A Europa encontra-se livre da Pólio desde Junho de 2002 mas a ameaça permanece enquanto a doença não for erradicada a nível mundial.

Rotary criou o seu programa de erradicação da Pólio em 1985 e em 1988, e colaborou na implementação da Iniciativa Global para a Erradicação da Pólio (GPEI) . Os membros dos Rotary Clubs em Portugal contribuíram com mais de USD $773,670 (586.736,00 Euros) e inúmeras horas de voluntariado, num esforço levado a cabo durante 1985 e 2012, enquanto o Governo Português contribuiu para a causa com 1 milhão de dólares americanos (758.380,10 Euros) durante esse mesmo período.

Rotary é uma organização mundial composta por um grupo de líderes e profissionais que providenciam serviços humanitários e ajudam a cimentar a paz e a compreensão mundial. O número de membros de Rotary, a nível global, é de aproximadamente 1.2 milhões de homens e mulheres que pertencem a mais de 34,000 Rotary Clubs em mais de 200 países e áreas geográficas.

Para imagens e vídeos em alta resolução, visite o Media Center do Rotary.

CONTACTS: Vivian Fiore (847) 866-3234; vivian.fiore@rotary.org
Ogilvy Public Relations – Rita Carvalho (+351) 213218064; (+351) 962864772; rita.carvalho@ogilvy.com

Anuncio-End-Polio-Now_Março

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *