A viagem da Promartur realizada no dia 12 de Setembro começou em Mafra, numa visita ao Palácio, seguiu até à Aldeia do José Franco, parou na Ericeira para uma mariscada, seguiu pelas praias do litoral Oeste e terminou em Óbidos.

Um domingo onde os clientes da agência puderam conviver, com menos restrições impostas pela covid-19, partilhar de um dia com mais liberdade e preparar próximos passeios.

O dia começou bem cedo, em Santarém, percorremos algumas localidades do Ribatejo e, com a lotação máxima permitida no autocarro, seguimos pela A8 até Mafra.

Tomado o pequeno almoço, abriram-se os portões do Palácio Nacional, também conhecido como Convento de Mafra, para que pudessemos vizualizar as belezas, a história, o espólio existente nas muitas salas daquele que é considerado Monumento Nacional, desde 1907, e inscrito na Lista do Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, em 2019.

É composto por um palácio e um convento, em estilo barroco, de influência romana e germânica, a que se associa um jardim e uma tapada. Os trabalhos da sua construção iniciaram-se em 1717 por iniciativa do rei D. João V. O edifício foi projectado por João Frederico Ludovice, ourives, arquitecto e engenheiro militar suábio, e edificado pelo engenheiro-mor Custódio Vieira, ocupa uma área aproximada de quatro hectares. Em conjunto com o Jardim e a Tapada, esta antiga propriedade real soma cerca de 1 200 hectares. É constituído por cerca de 1 200 divisões, mais de 4 700 portas e janelas, 156 escadarias e 29 pátios e saguões.

Para sintetizar, porque muito haveria para dizer deste monumento, o palácio possui dois carrilhões com um total de 92 sinos. São os maiores carrilhões do século XVIII existentes no mundo.

Visita terminada, era hora de almoço e seguimos como estava traçado no destino até aos Viveiros do Atlântico, em Santo Isidoro (Ericeira) para uma mariscada, bem regada. Com marisco à descrição, mesa de doces e um atendimento excepcional, o grupo ficou com vontade de voltar.

Com o mar tão perto, foi tempo de visitar algumas das praias do litoral oeste, com paragem em Santa Cruz.

O sol já se escondia por isso avançámos até Óbidos, ultima paragem deste passeio.

Conhecer cantos, recantos e encantos de uma vila com um magestoso Castelo que em 2007 foi declarado pelo concurso as Sete Maravilhas de Portugal o segundo dos sete monumentos mais relevantes do património arquitetónico português. A 11 de Dezembro de 2015 a UNESCO considerou a vila medieval de Óbidos como literária, por parte do programa Rede de Cidades Criativas.

Em balanço final, importa referir que a Promartur ofereceu um dia de história e descontração… onde reinou a boa dsiposição e ficou no ar uma vontade enorme de voltar a viajar com esta agência de viagens, situada na vila de Marinhais.

PROMARTUR à distância de um clique: http://www.promartur.pt/

Até já!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *